Escolha uma Página

Estar frente a um cargo de gestão de um consultório, nem sempre é tão simples. Principalmente, quando o próprio gestor é, também, o próprio profissional da saúde que atende os pacientes. Por isso, saber como anda alguns dos principais indicadores de gestão é fundamental para o seu consultório.

Para isso, é fundamental que você esteja atento ao que os seus clientes têm a dizer sobre o consultório como um todo, já que esse é um dos indicadores de gestão mais essenciais.

A partir disso, você pode começar com as melhorias e identificar os problemas da gestão.

E para lhe ajudar nesse aspecto, reunimos nesse artigo os 3 indicadores de gestão que são indispensáveis para o seu consultório. Por meio deles é possível avaliar como anda a sua gestão, quais ações devem ser mantidas e quais precisam ser melhoradas.

Confira!

3 indicadores de gestão para consultório que você precisa ter no seu negócio

1.Tempo de espera no consultório

Esse é um dos principais indicadores que o gestor deve estar atento. Afinal, as reclamações ou elogios são elaborados nesse tempo de espera.

Cronometrar o tempo de espera de seus pacientes, vai fazer você encontrar um dos indicadores de gestão que pode ser mudado, e para melhor. Quanto mais curto for esse tempo, maior será a satisfação dos seus clientes.

Tome cuidado para esse tempo não ser maior que o tempo de consulta, pois quando o paciente realiza um agendamento de horário, ele espera ser atendido no horário definido. Lembre-se que o paciente tem outros afazeres, além da consulta, que também pode estar agendado.

Não fica legal o atraso do profissional ou do cliente, não é? Ainda mais quando o atraso do paciente em outro lugar for por falha no tempo estimado em seu consultório. Pense nisso.

2.Quantidade diária de pacientes

Esse é o tipo de controle que não deve ser deixado de lado pelos gestores, pois, nem sempre o aumento de pacientes diários é sinônimo de lucro.

O controle de pacientes que entram em seu consultório deve ser constante, pois, um dos grandes erros dos consultórios, é querer aumentar a demanda de pacientes sem aumentar o número de profissionais disponíveis.

Esse é um dos indicadores de gestão mais deixado de lado. Afinal, é difícil conseguir um controle total de quem entra e quem sai de seu consultório, quando você está atendendo um paciente por vez.

Muitos pacientes podem estar no consultório para agendar ou cancelar consultas médicas.

3. Valor dos exames e faturamento

Normalmente, os consultórios investem bastante em equipamentos de alta tecnologia para melhor atender o seu cliente e de forma mais rápida e eficiente.

O problema, no entanto, se encontra na hora de dar preço aos exames que serão realizados por esses equipamentos.

Alguns consultórios colocam preços extremamente absurdos para compensar o valor alto, pago pelo equipamento.

Outros pensam em abaixar muito os preços para chamar um número muito alto de clientes (e acabam cometendo o erro já mencionado anteriormente).

O ideal é que você encontre um preço padrão de exames e siga essa média, afinal, muitos pacientes preferem a qualidade do serviço do que o preço que irão pagar.

Ao estabelecer isso, outro indicador de gestão que deve ser bastante frisado é o faturamento do consultório. Todas as despesas devem ser levadas em consideração e na ponta da caneta.

Analisar o faturamento a longo prazo é muito importante, já que as despesas mensais são a sua maior prioridade, antes de, de fato, lucrar.

Portanto, adotando estes 3 indicadores de gestão, com certeza o seu consultório passará a ser melhor gerenciado por você e, consequentemente, o reflexo dessa mudança será facilmente notado nos resultados que o seu negócio vai gerar a partir de agora!